Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Giro pelos estaduais !

A rodada de domingo foi bastante movimentada nos estaduais brasileiro. Além do Fluminense, tivemos outros times campeões do primeiro turno de seus respectivos estaduais. Confira o resumo:

Paulo Miranda são Paulo Barcos Palmeiras barcos palmeiras são paulo (Foto: Fernando Calzzani / Agência Estado)

No Campeonato Paulista, o domingo foi marcado pelo clássico Choque-Rei entre Palmeiras e São Paulo. Num jogo muito disputado, o 3 a 3 foi um placar justo em Presidente Prudente. Logo aos 5min, Daniel Carvalho cobrando falta abriu o placar. Aos 26min, Cícero invadiu a área e empatou. Pouco tempo depois, o argentino Barcos, de esquerda, colocou os palmeirenses de novo na frente. Na segunda etapa, Cortês sofreu pênalti convertido por Willian José. O Palmeiras voltou a ficar na frente de novo, com Barcos. Mas aí, Fernandinho de fora da área, garantiu o empate no jogaço de bola. O resultado foi ótimo pro Corinthians (que venceu o Botafogo-SP por 1 a 0 no sábado) porque com o empate no clássico, o Timão abre quatro pontos de vantagem pro segundo colocado, que é o Guarani, que foi derrotado em Guaratinguetá, pelo time local por 2 a 1 (Gols de Marcinho e Nenê (Guará) e Fumagalli (Guarani)).

kleber grêmio caxias (Foto: Wesley Santos / PressDigital)

No Campeonato Gaúcho, a zebra deu as caras de novo. O Grêmio enfrentou o Caxias pela semifinal da Taça Piratini, e perdeu nos pênaltis por 5 a 4, após empate em 1 a 1 no tempo normal. No dia de estréia de Vanderlei Luxemburgo no comando tricolor, Kléber aos 17 minutos do segundo tempo, completou cruzamento de Marco Antônio e colocou os gremistas em vantagem. Porém, aos 39 minutos, em bola alçada na área, Marcos Paulo subiu entre os zagueiros do Grêmio e empatou. Nos pênaltis, Kleber abriu a série pelo Grêmio, fazendo 1 a 0; Mateus empatou para o Caxias; André Lima fez 2 a 1; e Michel igualou tudo novamente; Gilberto Silva manteve o aproveitamento em 100% nas cobranças; Fabinho fez o mesmo, cravando 3 a 3. Na quarta cobrança, entretanto, Marco Antonio foi parado pela defesa de Paulo Sérgio. E Paraná inverteu o placar: 4 a 3 para o Caxias. Fernando empatou novamente, mas o goleiro Paulo Sérgio venceu Victor na cobrança, determinando os 5 a 4 que leva o Caxias à decisão da Taça Piratini. O time de Caxias do Sul enfrenta o Novo Hamburgo, que bateu o Juventude por 3 a 2 (gols de Mendes, Alexandre e Paulinho Macaíba (NV) e Jardel e Athos (J).) e se garantiu na final do turno.

Bruno Mineiro prometeu que Atlético-PR não vai se acomodar. Foto: Albari Rosa/Futura Press

No Paraná, o campeão simbólico do primeiro turno do Paranaense é o Atlético, que venceu o Paranavaí por 3 a 1, e com 26 pontos (um a mais que o Coritiba) garante o título, que apesar de não ter troféu, nem nada, garante a presença do Furacão na final do Estadual. Bruno Mineiro de pênalti abriu o placar pro rubro-negro. O uruguaio Liguera, de cabeça, ampliou. Em contra-ataque mortal, Marcinho passou pra Harrison. que fez o terceiro do Atlético. Hesdras ainda diminuiu, mas não impediu a festa rubro-negra em Paranavaí. O Coxa, que precisava vencer e ainda tinha que torcer por um tropeço do Furacão, goleou o Roma por 5 a 0, no Couto Pereira, e teve que se conteve com o segundo lugar na tabela. Rafinha (2x), Luis Paulo (contra), Lincoln e Emerson fizeram os gols do coxa branca, que vai agora com tudo, em busca do título do segundo turno.

Luiz Fernando figueirense gol Camboriú (Foto: Cristiano Andujar / Agência Estado)

Também temos campeão simbólico em Santa Catarina. O Figueirense foi até Camboriú, goleou o time local por 5 a 1 e se sagrou campeão do primeiro turno. Em Santa Catarina, os campeões de cada turno mais dois times por índice técnico, se classificam para a final do torneio. Se um time vencer os dois turnos, se classifica um terceiro time por índice técnico. Luís Fernando, Fred, Roni (2x) e Toró garantiram a festa do time da capital. Quem estava na briga junto com o Furacão Catarinense, era o Avaí, que foi surpreendido em casa pelo Metropolitano. Derrota por 1 a 0 na Ressacada, que deu ao time da capital um encômodo quarto lugar, já que o Metropolitano com 16 pontos (um a mais que o time avaiano) terminou em terceiro. O segundo lugar da tabela ficou com o Chapecoense, que empatou em 1 a 1 com o Criciúma, no Heriberto hulse, e só não foi campeão pelo saldo de gols (15 do Figueira, 5 do time de Chapecó).

Mancini atlético-MG gol Guarani-MG (Foto: Carlos Alberto / Agência Estado)

 O Campeonato Mineiro é o mais 'atrasado' entre os principais campeonatos estaduais do Brasil. O torneio que teve sua 4ª rodada jogada no fim de semana, têm o Atlético como líder. Os comandos de Cuca bateram o Guarani por 4 a 0, em Divinópolis neste domingo, e assumiram a ponta da tabela com 100% de aproveitamento na competição. Mancini cobrando falta, aos 25min, abriu o placar. André, logo depois ampliou. No segundo tempo, mais dois gols de André, que é o artilheiro do Mineiro com 5 gols. Já no sábado (25), o Cruzeiro foi mais econômico, e venceu o lanterninha Democrata de Valadares por 2 a 0, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Montillo que não marcava a quase seis meses, fez os dois gols celeste. O Cruzeiro é vice-líder com 9 pontos. O outro time da capital, o América, joga na quarta-feira, contra o Villa-Nova, no encerramento da rodada. O time americano precisa vencer por mais de um gol de diferença, para voltar à liderança do torneio.

Nenhum comentário: